A modelo LX Models – Sara Silva ilustra na perfeição o meu estado de alma.

 

 

10578616_10204846572789185_1303814344_n


Queria escrever-te mas hoje não consigo.. simplesmente não consigo.. estou bloqueado, talvez seja cansaço.. sim é possível.. e no entanto acho que foste tu a culpada.. tu morena de olhos profundos com ar exótico, alta, magra, bela, nova, pele suave, cabelo maravilhosamente penteado ..tu e o teu perfume intenso.. Foi o teu olhar..ou o teu sorriso não sei, mas parei… não consigo pensar ou escrever.
Hoje fiquei refém, vejo-te em todo o lado, sinto o teu corpo ao meu lado, sinto o teu calor que não conheço e no entanto arde… foi o teu ar de menina doce que me gelou logo a seguir, soubesses o que passava pela minha mente quando sorrias… desejei-te amei-te despi-te beijei-te possui-te de tal forma que explodi num orgasmo mental e tu sorrias anjo doce inocente. Não sei do que falamos, nem o que disseste, não te ouvi, tentei juro que tentei, mas a minha mente continuava cada vez mais delirante. Notas-te uma mudança no meu corpo e coraste.. não consegui parar o meu corpo nem impedir que se juntasse á festa dentro da minha cabeça maliciosa.
Pedi-te para despir e cada centimetro de roupa que libertava a tua pele era para mim desejo.. tesão.. será que devia? será que podia? não.. não assim.. neste contexto e com um corpo nervoso como um puto de 15 anos que encara pela primeira vez uma mulher.. foste minha na minha mente e por hoje contento-me assim. deste estado vegetativo em que fiquei..sem poder exprimir o que sinto, bloqueado em ti. mas amanha se existir, ai amanha se existires, escrevo tudo. e tu também.

bom diaaaa casanovas

https://www.facebook.com/lxmodels.sarasilva


Giacomo Casanova do Bairro Alto

10647784_10204846573189195_32298463_n

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Dizem-me que a vida deve ser vivida um dia de cada vez

Dizem-me que a vida deve ser vivida um dia de cada vez… pois a mim parece-me uma sentença de morte por asfixia, prefiro viver uma vida nova e intensa a cada dia.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

Model Bianca Balti

 

10364172_249468978585557_1439130418511931990_n

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Existe uma verdade em cada mentira tua

Existe uma verdade em cada mentira tua, a verdade que calas fala através do teu corpo, do teu olhar que foge para o lado esquerdo, sei sempre quando mentes, lido bem com a tua mentira sabendo a verdade do teu corpo… e a verdade é que mentes por um motivo… e para me mentires a mim esse motivo é suficientemente forte para eu querer que a verdade se foda e abraçar a tua mentira até a transformar em realidade.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10463017_249280365271085_1983454230970589117_n

Posted in Uncategorized | Leave a comment
Presa ou Predador?
existe assim tanta diferença?
caço-te
mas tu nutres-te de mim
abro as tuas pernas
esventro a tua carne
e dou inicio ao festim
mas ainda assim
engoles-me com vontade
cravas as unhas no teu predador
com dor ou amor
não sei
mas sei que comendo-te
alimento o teu ego
o teu ser
e sinto-te gemer
Caça ou Caçador?

Giacomo Casanova do Bairro Alto

— con Nuno Serra

10447871_249013651964423_4524272446258155127_n

Posted in Uncategorized | Leave a comment

A vida é lá fora, não te feches dentro da tua caixa de pandora,

A vida é lá fora, não te feches dentro da tua caixa de pandora, do teu mundo mágico de fantasia, enfrenta o vento, enfrenta as tempestades, cai, rasga os joelhos, enche-te de nodoas negras na tua batalha, vive a alegria da vitória, as lágrimas da derrota, as insónias antes dos grandes desafios, ganha rugas, perde o teu sorriso por vezes e reconquista um ainda maior, a derrota faz-nos valorizar a vitória, ganha cabelos brancos, ganha rugas, mas deixa de vez essa vida de boneca de porcelana,sempre sorridente e triste dentro. A vida começa fora da tua zona de conforto, estás pronta a viver?

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10447656_248966948635760_3806637421409396955_n

Posted in Uncategorized | Leave a comment

como se tu num ultimo folgo pela vida quisesses partilhar deste meu orgasmo.

Era um adeus
era para sempre
o fim dos tempos tinha-te levado para longe de mim
e o teu corpo jazia no chão de madeira antiga
o perfume a carvalho daquele chão ficou-me gravado na memória
como o cheiro das despedidas dolorosas
tu deitada, com o corpo duro,firme, frio, imóvel
mas com os lábios caprichosamente em tons de rosa
continuavas a dar-me calor
continuava a ter tesão
até morta terias que ser minha
e o beijo que antecedeu a tua partida para a eternidade
foi acompanhado duma leve sensação de orgasmo
dum requintado nirvana,
como se tu num ultimo folgo pela vida
quisesses partilhar deste meu orgasmo.
até sempre

Giacomo Casanova do Bairro Alto

— con Nuno Serra

10309707_248937508638704_2818613906829194967_n

 
 

 

Posted in Uncategorized | Leave a comment

agasalho-me nas pernas abertas de alguem

a chuva cai lá fora,
faz frio dentro de mim
tanto que até as lágrimas congelam
e não conseguem cair
olho os relampagos
espero um milagre
mas sei que não é dia de milagres
e então escondo-te o inverno
condeno-me ao inferno
e vejo-te sorrir
vejo-te crescer
e esqueço
ou quase esqueço
o frio que trago dentro
e aqueço-me em momentos de loucura
de alucinações literárias
ou agasalho-me nas pernas abertas de alguem
mas neva..lá fora neva
e não há silêncio
só neblina

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10390930_248871918645263_1667312699956476706_n

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Um dia vou ser o sonho de alguém

Um dia tu vais chegar!
Nesse dia, vou-te receber vestida com toda a  paixão que aguardo libertar.
Um dia, finalmente, vais-me abraçar quanto ao teu peito e num afago nos meus cabelos rebeldes, vais sussurrar que de ti nunca mais vou sair.
Nesse dia, vou renascer na melodia do teu coração que me embala  enquanto estou no teu peito.
Nesse dia, vou olhar-te nos olhos e apenas sorrir. Nesse instante vais sentir que nunca mais te irei largar.
Um dia vou ser o sonho de alguém.
Nesse dia, tu vais ser o meu sonho e a minha realidade.
Nesse dia, seremos, não tu, não eu, mas Nós.
Um dia alguém vai bater o pé e lutar para receber o meu amor.
Nesse dia vou escutar o som… e entregar-me a ti.

Casanova do Bairro Alto – Francesca Bruni

image

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Agora, preciso de mim de volta

Os papeis finalmente inverteram-se.
Conheceste-me com o coração puro, inocente de quem amou pela primeira vez, de quem acreditava em contos de fadas. Naquela noite, viste, o que fizeste comigo. Naquela noite, não encontraste brilho, sentimento, nem dor por te abandonar no meu olhar.
O desespero da minha firme e impiedosa decisão estava estampado no teu rosto.
Vi-te cair ao meus pés, senti o calor do teu abraço em torno das minhas pernas. Senti a tua dor enquanto me apertavas.
Eu, remeti-me ao silencio, e acarinhei a tua nuca contra mim enquanto as tuas lágrimas escorriam pelas minhas pernas…
Escutei, os teus lamentos, a libertação da tua dor, e só te larguei quando já não conseguias mais chorar.
Naquela noite, senti finalmente o quanto me amavas, mas não me fez recuar. Sabes porquê? Já não estava disposta a amar-te mais. Já não queria mais nós, mais de ti… não.
Esgotaste todas as oportunidades que te dei, esgotaste toda a minha capacidade de amar, de me entregar, de me envolver, de querer ficar.
Chegou a tua vez de sentir. Sentir a dor que corta, que nos faz acreditar durante muito tempo não sermos capazes de sobreviver a ela… sentir a dor, que nos faz desejar adormecer e nunca mais acordar.
Para ti chega.
Agora, preciso de mim de volta. De te perdoar. De me perdoar.

Francesca Bruni

image

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Não será uma viagem pacifica

Dizes-te destemido? Será mesmo que o és? Tens energia suficiente para desbravares os diversos mundos que trago dentro de mim?
Não será uma viagem pacifica.
Requer paciência, persistência, muita presença.
Os meus mundos sofreram diversos abalos com a mudança das estações, e o piso, não será sempre firme, sempre liso, o alcance dos teus olhos será limitado pelo nevoeiro que me esconde.
Revelo-te as dificuldades para esta viagem, para que te sintas livre de partir. Para que fiques em terra. Mas se embarcares…. nunca poderás desistir de mim…

Casanova do Bairro Alto – Francesca Bruni

image

Posted in Uncategorized | Leave a comment