no silencio deste quarto escuro penso nos nossos silencios, de como falavamos com o nosso olhar

Queria escrever, queria escrever-te. falar-te, ligar-te, mas não sai nada… só silencio… e no silencio deste quarto escuro penso nos nossos silencios, de como falavamos com o nosso olhar, de como o teu corpo gritava sem voz, em como mostravas o teu desejo num meio sorriso.
Penso no quanto choramos na despedida, no quanto sorrimos no reencontro, penso no quanto te amei, no quanto me amaste, penso no sexo selvagem e no amor sexual, penso nos dias que foste mulher, nos momentos em que foste amante, penso em silencio no desejo que tive no passado, na tesão que tenho no presente e no amor que te tenho eternamente.
Penso no silencio de quando choravas como uma filha ou de quando gritavas com um olhar de mae.
Penso nas palavras nao ditas e nas que dizemos em voz alta demaisquando as deviamos ter calado.
Penso no champagne que continuamos a partilhar.
Hoje não te consigo escrever.. não te consigo falar… hoje limito-me a amar.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

Image

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s