sonhos falsos, uma ilusão e o pequeno almoço era uma canção

Para contar-te o que senti
na rua da amargura onde vivi
quis escrever-te uma canção
por amor ou maldição

Foram dias sozinho numa estrada
vivia e sonhava um monte de nada
encontrei o teu calor no papelão
que na noite escura me servia de colchão

Embalado pelas estrelas adormeci
protegido pelos meus sonhos cheios de ti
mas eram sonhos falsos, uma ilusão
e o pequeno almoço era uma canção

Inspirado por um amor de palmo e meio
ganhei asas finalmente sem receio
e escrevo esta canção
por amor ou maldição

Voei alto, sem amarrar, liberdade
pelos céus dessa cidade
finalmente já sem fome na algibeira
mas vi-te rica, prisioneira

Não importa quanta dor trouxe o passado
pouco conta a amargura do teu fado
a rua ensinou-me a não ter rancor
e a abri sempre os braços ao amor

Sem motivo, nem juizo
voltei a dar um sorriso
e escrevo esta canção
por amor ou maldição

Hoje sei que nunca estive enganado
somos nós a escrever o nosso fado
ganha asas, voa para onde Deus quiser
o meu amor dou-te, o que tiver

e que a musica seja cantada por artistas
que seja o texto que inspira os guitarristas
que façam desta canção um fado
que seja o slow de quem está apaixonado
que esteja presente na tua vida em todo lado
que seja a tua canção
por amor, ou maldição.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

Image

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s