lançava as redes ao mar cheio de esperança de te pescar

Tenho saudades da minha vida de pescador,
eu, as redes e uma história de amor.
No mar da minha pequena aldeia
ecoava o teu canto de sereia
com a alba do novo dia
chegava a tua melodia
eu lançava as redes ao mar
cheio de esperança de te pescar
por fim chegou esse dia
tu, de corpo nu cheia de magia
olhavas o meu lado rustico, cru
dizias que pesquei o amor, que era tu
levei-te para a minha pequena cabana
tu mulher sereia, metade santa, metade profana
cantavas o teu doce veneno ao meu ouvido
conhecia todas as notas do teu gemido
dia após dia, vivemos amor
paixão, verdade,verão, calor
mas como sempre na vida
chegou aquele maldito inverno
tu, para sempre, partiste
e desde esse dia, foi o inferno.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

Image

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s