Ai quem me dera, quem me dera que tu e eu fossemos sempre primavera.

Nos caminhos outrora sem cores
desabrocham hoje quadros de flores
pintados sobre a doce lembrança
que a relva verde será sempre a nossa esperança

Os céus ontem cinzentos são hoje da cor do mar
Azul, intenso, que incentiva os passaros a voar
e estes voam alegres, livres, a cantarolar
em busca do amor perfeito para amar.

A neve da montanha corre hoje no leito do rio
onde eu feliz como uma criança mergulho,
olho-te sentada nesse quadro e sorrio
canto livre como um passaro a cortejar
encho as penas com orgulho
esperançoso que esse verde nos faça apaixonar

Ai quem me dera, quem me dera
que tu e eu fossemos sempre primavera.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

Image

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s