vivemos no faroeste, rodeado de cowboys pronto a disparar sobre os mais frágeis em troca de lucro

Talvez seja errada a comparação, mas hoje parece-me a unica possivel, vivemos no faroeste, rodeado de cowboys pronto a disparar sobre os mais frágeis em troca de lucro, rodeados de meretrizes que trocaram as danças nos saloon por desfiles em bares elegantes mas ambas procuram o seu rancheiro e quantos mais cavalos tiver melhor, pouco importa se é um bronco idiota. Cowboys que disparam sobre mulheres porque estas deixaram a casa, protegidos por leis filhas duma justiça cumplice do crime, abandonadas por um sistema que as devia defender, somos saqueados por banqueiros que levam mães ao desespero de se venderem… e filhas que se vendem para evitar que a mãe o faça, vivemos num faroeste onde é mais barato disparar na cabeça de um velho do que dar-lhe um tratamento digno, violamos virgens todos os dias, perdem a inocência e o brilho nos olhos com toda a podridão que as rodeia e rapidamente passam a culpadas e a violadoras. Vivemos num faroeste onde muitos voltaram a ter que pegar na pistola para ter comida em casa… e nisto só procuro a filha do chefe moikano grande águia que voa, para voar daqui para fora, para a pradaria, porque enlouqueço nestas vestes de cowboy, enlouqueço em quem vê cavalos e pistolas e que não percebe a poesia do por do sol, enveneno-me nestes mercados com cheiro a podre onde tudo se compra, tudo se vende, vidas, almas, amor, tudo,tudo, tudo e então sinto-me apodrecer por dentro, morro cada vez que vejo olhos sem luz, morro ao espelho por vezes mas quando assim é pego no cavalo branco e fujo para um rio, escondo-me atrás duma rocha a ouvir a água que corre para o mar, lenta, contornando os obstaculos um a um e tento ganhar força para mudar, para voltar…e volto sempre, e então tambem eu vou aos saloon dançar com meretrizes, tambem eu violo virgens, tambem eu sou cowboy miserável, até quando?… quero ser indio, filho do raio de sol para afastar todas as sombras que me rodeiam… e amar, amar, amar… porque só o amor nos pode salvar.

 

Image
 

 

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s