o vento lá fora não me deixa ouvir as vozes na minha cabeça.

Vento… o vento lá fora não me deixa ouvir as vozes na minha cabeça.
sopra forte, leva tudo, corpos, almas, amor, dramas, tudo voa em remoinho, quais folhas caídas de um ramo qualquer.
E então as vozes gritam mais alto pedem-me que cale o vento, que abafe o tormento, que impeça os corpos de voar, que os prenda, que me deixe amar… mas o vento sopra-me a alma e nada me acalma, que venha o tornado o ciclone e o furacão, que o vento afaste toda e qualquer emoção.
Vento gelado, ventos do norte, frios, ventos que cortam a tua pele branca até escorrer fios de sangue, vento gelado que envenena o coração, ventos que trazem perfume de solidão.
Vozes que rejeitam o frio, vozes que enchem o vazio, vozes que acolhem o teu perfume o teu calor, vozes doentes de amor, vozes que gritam de tesão,de paixão, vozes que pedem perdão.
Mas o vento implacavel continua a soprar… e a tua voz ao longe, continua a gritar.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

Image

 

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s