deixa-me odiar-te mesmo se és amada

Deixa em cima dessa mesa
o nosso passado
deixa tudo o que nos liga
deixa as ilusões
deixa de sermões
e deixa de aparencia
deixa-me já não tenho paciência
deixa-me sorrir
se eu tiver vontade
deixa-me mentir
fugir da verdade
deixa dizer que não te amo
que já não te quero
que já não penso em ti
nem te quero aqui
deixa dizer que engordaste
ou que és feia
deixa acreditar na mentira da minha ideia
deixa eu seguir
pela minha estrada
deixa acreditar
que já não quero nada
deixa-me perder
com quatro vagabundas
para te esquecer
sem enlouquecer
deixa-me partir
para ser chegada
deixa-me odiar-te
mesmo se és amada
deixa-me ser eu
neste mundo negro
deixa-me acreditar
que já não és magia
deixa os feitiçoes
e todos os bruxedos
deixa-me voltar
a amar sem medos.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10431540_241795962686192_1695223676677519274_n

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s