e sentados com a alma entrelaçada na pequena jangada…

Foste a lua
que guiou o meu caminho
na escuridão sozinho
quase a naufragar

Foste o vento
que entrou pelas janelas
e que soprou as velas
pr’o porto me guiar

Foste o sol
que me queimou o rosto
foste o maior desgosto
quando tive que atracar

Foste estrela
a minha ursa maior
e eu fiquei na dor
marinheiro sem mar

e fiquei
a abraçar sereias
escondido por aldeias
velho lobo do mar

e que o sol
traga de volta a lua
que a brisa seja tua
teu perfume no ar

e que o vento
seja o meu alento
me faça estar atento
pronto a navegar

Porque tu
sereia apaixonada
que vives tudo ou nada
um dia hás-de voltar

e eu irei,
correndo em teu socorro
porque sem ti eu morro
meu sol, meu ar, meu mar

e então
não te direi adeus
para os braços meus
tu vieste a voar

e sentados
com a alma entrelaçada
na pequena jangada
quatro paus e um lençol

navegamos
rumo ao por do sol
sem tempo nem idade
só estrelas e luar.

Giacomo

10470894_255729541292834_8391994311615656751_n

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s