O clube dos poetas é sempre morto e o da poesia está moribundo, os sonhos já não são maiores que o pensamento e a desilusão já não é nenhum tormento.

O clube dos poetas é sempre morto e o da poesia está moribundo, os sonhos já não são maiores que o pensamento e a desilusão já não é nenhum tormento. O pragmatismo não tem magia, nm dor, nem nuances de cor, é tudo preto ou branco, mas não é assim o amor. O clube dos poetas morreu, assassinado por esta sociedade banal, anormal, uma sociedade de pernas abertas e coração fehado, fode-se um estranho na rua mas não se ama que está ao nosso lado. O clube da poesia morreu porque o poeta faleceu, falava de dor, de amor, de cor,sem rancor, falava da vida com palavras perfumadas e acertadas. Hoje os poemas falam da vida alheia, da barriga cheia, das festas mundanas. O clube dos poetas morreu,o clube da poesia faleceu e no entanto estamos aqui, tu e eu, analfabetos, cheios de cartas de amor, olhos cheios de dor, corpo cheio de amor, sem ligar a sacro nem profano, ao espiritual ou ao mundano,sem musica,sem destino, sem fado,estamos aqui com os sentidos que se penetram por todo o lado, como uma sinfonia, ou poesia. O clube dos poetas faleceu, mas a poesia és tu tu…e eu.

RIP

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10610481_263837983815323_1003005311037067677_n

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s