Oscar Wilde… e não é que o cabrão tinha razão.

Dizia o grande mestre Oscar Wilde que “quando os Deuses nos querem punir, ouvem as nossas preces”… e não é que aquele cabrão tinha razão… sendo certo que nada dura para sempre pergunto-me e pergunto-vos se existe algo mais devastador que encontrar o grande amor da nossa vida cedo demais?
encontrar o grande amor da nossa vida aos 25 anos é a maior das desgraças, a partir desse dia, qualquer outro amor é insuficiente, não alimenta, não faz sorrir sem motivo, não faz brilhar sem sentido, o vosso corpo nao treme, nao geme, não tem magia, uma casa vazia não fica cheia com um simples nada e como tal qualquer outro amor está condenado ao fracasso, pior, o objecto desse amor , se é que se pode usar tal palavra, está condenado a ser transformado em nojo, em irritação, em desprezo, será sempre vitima de uma comparação injusta, impossivel… o grande amor só devia chegar aos 95 anos para evitar todas as vitimas que deixamos pelo caminho.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10557322_287947781404343_7812025008628508823_n

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

4 Responses to Oscar Wilde… e não é que o cabrão tinha razão.

  1. Indigo says:

    Espero que o meu amor dure muitos e muitos anos. Temos tudo para dar certo, apesar de estarmos nessa idade dos 25.

  2. Como se sabe, aos 25, que se encontrou o grande amor da nossa vida?…

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s