Uma pequena reflexão social… by CASANOVA DO BAIRRO ALTO

… e se fossemos nada como nos querem fazer crer, se fossemos apenas matéria, um corpo, células a viver?…
Que seria de nós se essa idiotice fosse verdade?
Se fossemos só o visivel o palpável, alimento e reprodução viveríamos na escuridão… escuridão diga-se para a qual temos caminhado eliminando todas as formas de invisivel ou de impalpavel de forma gradual.
Começamos por eliminar o bem e o mal e então tudo é permitido, basta que se mantenha invisivel, que não disturbe o nosso quotidiano. Aceitamos mulheres escravizadas que metidas na estrada vendem o seu corpo por meia duzia de trocos, são espancadas pelos “protetores, chulos, proxenetas” se não lhes pagam o suficiente e como se não bastasse ainda são infectadas de virus pelos cliente. Mas não há problema, basta que continuem numa estrada, pouco iluminada, de preferencia isolada, fora do olhar da nossa gente, afinal olhos não vem coração não sente, vale a regra do invisivel, se não se ve não existe e como tal é coisa que não me assiste…
E as crianças vitimas de pedofilia? só é grave se não forem aquelas de barriga vazia, votadas ao abandono pela familia, pela fome, pela doença pelas guerras, pela sociedade, para vestir só o manto da invisibilidade, essas não existem e como tal são passiveis de tudo, de fazerem a nossa roupa, os tapetes das nossas casas, serem enclausuradas, transacionadas e claro está irem sendo violadas, que nós se não temos visão, não temos coração e compramos tudo os que nos dão, basta que mintam na etiqueta não escrevam made in escravidão, um mundo invisivel e como tal inexistente onde crianças são vendidas ao preço de saldos, sem recibos nem faturas, sem proviniência declarada aparecem e desaparecem do nada, para nós é apenas um conto de fada.
E os gritos da vizinha?
desastrada cai sempre sozinha pela escada… mesmo se a gritar eram dois, denunciar? e depois? melhor não ver, ser cego, não dar tacto ao impalpavel, não dar luz á escuridão, não existe violencia domestica no meu quarteirao, isso são coisas de televisão… e podia continuar este sermão.
Se fossemos nada, se fossemos só carne e matéria, virus e bacteria, sem mentira sem verdade, só a nua realidade
não teriamos vergonha, quando cai o manto da invisibilidade.

comentem, deixem a vossa opinião, partilhem se acharem que temos razão, ser invisiveis é que não.

foto: rafalmichalak.com

Giacomo Casanova do Bairro Alto

— con Nuno Serra

522043_289250734607381_579808273642144594_n

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s