Londres, final de tarde, sai do hotel em Notting Hil…

Londres, final de tarde, sai do hotel em Notting Hill duas ou tres cervejas num tipico bar inglês, o quarteirão tinha vida, estava animado, mas eu tinha que ir para outro lado. Apanho o metro em bayswater, um tipo toca saxofone na rua, por tras um maravilhoso grafiti duma gaja nua, sigo viagem até ao Soho, entro no primeiro bar que encontro e bebo mais um copo, minutos depois uns amigos juntam-se a mim, copos com fartura, que inicie o festim. Rum, cola-cola e coca sem cola, mas que nos colava a conversar, a delirar e que nos dava vontade de engatar. Horas depois numa discoteca dançava agarrado a uma tipa checa, mas afastei-me tempo demais e quando voltei ela já tinha dado aos pedais. noite fria e a minha cama pelos vistos ia acabar vazia, valeu rever amigos a velha companhia. Volto para o Hotel, bezana, dormir ia saber a mel, a cana era que tinha que apanhar um avião, nada que não soubesse de antemão.. tres horas dormidas, roupas vestida, check out e dirijo-me á saida, notting hill acordava, mas do outro lado da rua alguem ainda madrugava, oiço uma voz falar italiano, tres amigas com sotaque toscano, chamaram-me uma e outra vez, por fim lá atravessei e fui ter com as tres, tinham bebido mais do que eu, convidaram-me a entrar no hostel, um beijo lá me convenceu, na mesma cama rodeado por tres italianas, pensava em foder mas elas queriam continuar a beber, disse que tinha que apanhar o avião, responderam, não apanhas..e pensei.. porquê não!?
Bebemos mais uns copos de rum, olhei melhor as tres e bebi mais uns copos, uma era feia de meter medo, pensei que come-la por detrás seria o segredo, outra engraçada, com aquela boa daria uma boa mamada e a terceira nem pensei, despi, saltou uma farfalhuda pintelheira, lambi sem pensar nisso, entretanto a mais feia já me chupa o chouriço, e comiam-se umas ás outras enquanto eu enfiava cá e lá, foi um cumulo, um mar de espera o meu rebentar de tesão, por fim pensei, foda-se, já perdi o avião.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10619987_296175390581582_7512341363099059638_o

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s