És uma flor, mas isso não me impede de possuir-te como quem quer devastar a Amazónia.

És uma flor,
frágil,
mas isso não me impede de possuir-te como quem quer devastar a Amazónia.
Tremem-te os joelhos
estalam-te os ossos
a pele fica com as minhas mãos desenhadas
no teu pescoço
dentadas
Entro dentro de ti
com a força de um panzer nazi num campo judeu
quero-te devastar como Nero fez com Roma
rasgar a tua pele frágil,
abrir-te em duas
quero-te destruir
e tudo o que consigo é fazer-te vir
como uma cadela abandonada
de quatro e de tetas caidas
chupadas
sinto aquele rio de prazer que escorre de dentro de ti
com a força do Tejo que corre para o mar
amo-te quando te sinto gozar
ter prazer
ver-te escorrer
beijo-te
e recomeçamos a foder
ès a minha flor
que fodo com ódio
e rego com amor
mesmo se ás vezes troco os sentimentos
fodo cheio de paixão
cheio de tesão
e odeio-te em todos os outros momentos.
mas sinto o teu perfume
e tudo passa
o teu cheiro é calor é lume
e para mim basta.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10885075_313349445530843_3786887895099021194_n

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s