E vivo de praia em praia, de mar em mar, sem vontade de ficar…

Nao sou de muitos amores.
Sou de grandes amores. Dos que duram para sempre, mesmo quando o afastamento è irreversivel.
Sou amante dos prazeres da carne, mas sei que sao pequenos momentos, pequenos excessos de curta duracao, umas horas, um dia, um verao. È a alma que gosto de ver invadida por outra alma despida, feita de sombras e de luz que nao esconde os defeitos e partilha a insanidade, almas que fodem em silencio com tanta cumplicidade que basta um olhar para o resto do mundo acabar, desaparecer, so conta o que temos para viver. Sou do tipo de mil paixoes, talvez por nao ver coracoes. Sou do tipo de poucos amores, porque nao suporto as suas dores . E vivo de praia em praia, de mar em mar, sem vontade de ficar… Sou partida na madrugada porque amar o sol que nasce è sentir as almas que amo.

Giacomo

10460375_330353233830464_1256663835014068521_n

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s