Sangue e Vento

Sangue e vento
o teu corpo
uma imagem um tormento
merda para a idade
merda para a saudade
merda para a distancia
quero foder, amar com ganancia
consumir-te, consumar-te
enlouquecer-te, amar-te
reduzir a pó toda essa essência arrogante
fazer vir, escorrer tanto que quase chega a ser repugnante
não mas não para nós, fruto de sangue e vento
não para nós, carne e sangue eu aguento
desejo. ardo, vejo
e beijo
beijo de novo
sem ti em pó quase morro
vem depressa, estou a enlouquecer sem ti
essa cozinha fica do outro lado do mundo
vou eu ter contigo
sozinho nesta cama sou um sem abrigo
e fazemos almoço, fazemos jantar
enquanto escorre amor na mesa da sala de estar
Somos sangue e vento
lábios , morder
sangue a escorrer
beijar lamber
e o rio lá fora
com vista para a amora
dás-nos a paz que buscamos
a tranquilidade de ser loucos
sem perder a sanidade mental
de saber que a unica verdade
é a tesão carnal

Giacomo

10402426_332675820264872_1308016972585028286_n

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s