Pega na caneta e escreve, fode essa folha virgem como quem fode o amor de uma vida

Pega numa folha em branco.
Pega numa caneta. Escreve, mesmo se te treme o pulso, viola a candura desse pedaço de papel virgem. Dá-lhe a forma dos teus sonhos, escreve tudo o que tens dentro, o que desejas. E lê, atreve a dar voz ao teu pensamento, ao teu desejo. Realiza o que trazes dentro de ti, primeiro no papel depois na vida. Dá erros, não ligues demasiado à ortografia ou à caligrafia, não te preocupes com virgulas no sitio errado, ou se a tua escrita não tem aquele ritmo sincopado. Dá Erros, porque a vida é errada, é danada, por vezes magoa outras é magoada o importante é teres sempre uma estrada. Escreve a verdade, mesmo que só exista na tua mente, no teu coração. Segue-a até ao fim do mundo, até ao infinito e então quem te julgava vai ver quanto é bonito, acreditar em ti, mesmo quando estás caída no chão, jogada à terra, perdia, abandonada, numa viela, na calçada mas não te dás por derrotada. Pega na caneta e escreve, fode essa folha virgem como quem fode o amor de uma vida, mostra-lhe que és tu que escolhes o teu destino. Mas não esperes, escreve hoje, porque o amanhã foge.

Giacomo

luc-the-writer

About nunoserra6

A falta de Amor é a maior das pobrezas
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s