A inocencia è um jogo. Eu escondo tu desejas,

A inocencia è um jogo. Eu escondo tu desejas, eu calo e tu ouves. A nudez è desnecessaria è o meu morder o labio que te enlouquece. O olhar frio aquece. A inocencia è um jogo, nada mostro tudo desejo, afasto-me enquanto te beijo. Jogam calor e humidade, tesao e ansiedade, dentro de mim corre um rio de vontade, mas nao te deixo tocar, quero-te ver naufragar neste meu mar de calor, eu inocente tu pecador. A inocencia è um jogo qual poker èo corpo que fala è o corpo que ganha ou perde, sao os pequenos sinais que libertam os nossos instintos animais. Eu inocente tu pecador, quero-te ardente
Vem meu amor

Giacomo

10615487_330477733818014_3224742166768176524_n

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Sou uma alma que ri até na tragédia e se olho dentro de mim que comédia…

Sou uma alma que ri
destroçada
perdida
no nada
uma alma de olhos brilhantes
ao recordar por instantes
que a nossa paixão
a nossa visão
era afinal só minha
via tudo sozinha
Sou uma alma que ri
quando está longe de ti
e chora quando está perto
porque a tua companhia é deserto
Sou uma alma esquecida
uma alma perdida
que busca a luz, a salvação
perco-me em pecado e perdão
lágrimas que escorrem do rosto
fazem um lago no chão
merda de desgosto
filha da puta esta ilusão
Sou uma alma que ri
até na tragédia
e se olho dentro de mim que comédia
tenho tanto para rir
tantos motivos para sorrir
dentro de mim vive a alegria
existe um mundo de magia
só tenho que o tirar cá para fora
cada vez que a minha alma chora

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10847875_322272801305174_9053660689228064895_n

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , | Leave a comment

Estou aqui, sem grandes palavras sem grandes poemas

Estou aqui, sem grandes palavras sem grandes poemas, sem promessas de ser heroi, sem prometer salvar-te de dragões. Estou aqui sem castelo, sem fortaleza, sem escudo, sem armadura, sem te dar garantias de nada, sem ilusões. Mas estou aqui, a teu lado, a dar-te força para acreditares em ti, a beber um café quando acordamos, a correr no parque juntos, a passear. Estou aqui para enfrentar as dificuldades lado a lado e estou aqui para cair contigo, para nos apoiar-mos um no outro ao levantar e continuar. Estou na cama onde fazemos amor, onde lemos um livro, na cozinha desarrumada ao acordar porque ontem adormecemos no sofá demasiado bebados. Estou aqui quando estás com febre a tratar de ti, estou aqui quando estás doente a ser médico, quando estás triste a ser palhaço a ser o teu ombro quando choras, estou aqui a ouvir-te quando estás séria a ser os teus olhos quando ficas sem ver, a ser o teu psicólogo quando estás deprimida, estou aqui para te lembrar que és forte e que por vezes os fortes choram, mas depois limpam as lágrimas e combatem, e estou a teu lado na batalha. Não te prometo é ser um grande guerreiro, mas lutarei com todas as minhas forças.
Estou aqui… até quando? não sei… até tu estares ai, desapareces e eu desapareço, o amor é o reflexo no fundo do espelho, só vê quem pára para olhar olhos nos olhos da imagem do outro lado, caso contrário o Amor passa-te ao lado e o espelho perde a magia, deixa de mostrar o reflexo e mostra uma simples fotografia. Pinta-te um quadro renascentista da tua imagem, de deusa de sereia, que fixa presa no desenho sem ver o mundo que a rodeia.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10950719_322495424616245_5262472452188708314_n
Posted in casanova, casanova do bairro alto, estar, giacomo, presente, sempre, ser | Leave a comment

Cozinhar è uma forma de fazer amor,


Cozinhar è uma forma de fazer amor, uso especiarias para despertar os teus sentidos, sabores para te abrir a curiosidade, ingredientes de cores diferentes para satisfazer o teu olhar, misturo o doce com o picante para alimentar a tua alma, uso canela, porque um bom perfume è fundamental, um bom vinho para de soltares… e uma boa mesa, para te foder em cima dela.

vamos almoçar?

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10940595_322840634581724_3203166407632146295_n

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , | Leave a comment

Malta do Seixal, malta da praia da velha Que adormece nas noites da fonte da telha.

O Mar
Uma guitarra e a fogueira a crepitar
As estrelas, a lua cheia,
O barulho das ondas que rebentavam na areia
O ar com sabor a sal
Velhas cantigas com o pessoal
Malta do Seixal, malta da praia da velha
Que adormece nas noites da fonte da telha.
A cerveja não pode faltar
afina a voz de quem tem que cantar
alegria, tanta alegria
alguma nostalgia
tanta, mas tanta magia.
Olhares que se cruzavam
mãos que se entrelaçavam
amores nasciam
viviam
alguns por vezes morriam
e chorávamos numa canção
como quem chora no peito de um irmão.
E foram as lágrimas no teu peito
que me fizeram ver o teu ser perfeito
e sentir o relevo dos teus seios, da tua pele
dos teus olhos castanhos com tons de mel
e o guitarrista cantava
e dentro de nós uma chama se levantava
mais alta que a fogueira
aquela paixão, aquele tesão verdadeira
demos um mergulho no mar
quanta magia com aquele luar
abraçados num beijo
libertamos o nosso desejo
e fizemos amor
água gelada, corpos com calor
a minha língua invadia-te a boca excitada
o meu pau invadia a tua vagina molhada
e cavalgavas abraçada.
Eras a força da natureza,
toda a sua beleza
era um vulcão
que mesmo no mar gelado entra em erupção
e recebeste a minha lava dentro de ti cheia de paixão
eras o vento do norte,
que mesmo com o frio me fazia gemer forte
era um tipo cheio de sorte
ao ver-ter lágrimas na areia
encontrei a minha sereia
e depois do amor
voltámos para o calor
da fogueira que ardia
dos amigos, da musica da magia.

Beijo….

Giacomo Casanova do Bairro Alto

560254_324104957788625_8147534404169474095_n
Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Desejo-te mas aconselho-te não me abras a porta

Desejo-te
mas aconselho-te não me abras a porta
o meu desejo é doente
é quente
quero foder o teu corpo
enquanto faço gritar a tua mente
abre a porta
que eu empurro-te contra o muro
rasgo-te com o meu pau duro
enquanto te mordo o pescoço
e fodo, e fodo e fodo mais uma vez
no chão, na cama, na mesa
e queimo-te com a cera da vela
e faço-te gritar fora da janela
dentro de ti expeles prazer
gritas a gemer
sentes o teu corpo enlouquecer
já não comandas nas pernas
sentes os joelhos tremer
mijas-te sem saber
e ficas envergonhada
mas continuas excitada
e sentes-me enlouquecer
cheio de tesão
de vontade de foder
e fodemos mais uma e outra vez
o meu pau no teu cu
na cona um vibrador
deliras de prazer e dor
as tuas unhas nas minhas costas
sao testemunhas do nosso calor
e rebento de prazer dentro de ti
sabia que ia ser assim no primeiro momento em que te vi
sentada naquele bar
onde com um copo começamos a conversar
o bar 35 em Milão
padrinho da nossa alucinação
hoje somo reféns
não do amor, mas da tesão
e quando te vejo com o teu marido
mão na mão
sinto que não tenho salvação
desejo-te ainda mais
e fodo-te na rua como fazem os animais
enquanto ele no bar
continua a mamar
o seu copo de vinho
eu venho-me na tua boca
para não deixares o teu marido beber sozinho
e voltas para a mesa do bar
com o sorriso de satisfação
mas eu fico aqui sozinho
e continuo com esta maldita tesão.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

— con Nuno Serra

10947336_324348331097621_3473467694425444196_n

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , , , | 1 Comment

Amo essa normalidade chamada Amor

Musica a tocar,
água quente a escorrer no duche
vapor nos espelhos da casa de banho
tu que passeia nua enquanto danças
eu aqui deitado que escrevo
o café está ao lume e está quase pronto
um beijo de bom dia
faz despertar aquela magia
e desenhas um coração no espelho
enquanto eu te mordo o pescoço
e fazemos amor antes do pequeno almoço
e depois juntos para o banho
lavo-te as costas
beijo-te a boca
e fazemos amor de novo
com a água que nos percorre o corpo
uma #selfie de bom dia
torrada e mel para dar energia
mais um beijo e estamos prontos para o novo dia

Bom diaaaaa casanovas

Amo essa normalidade chamada Amor

Giacomo Casanova do Bairro Alto

1464686_324468841085570_3182287936947968326_n
Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , | Leave a comment

ás vezes até tenho pena das tuas dores de maria madalena

dias de fim de janeiro
inicio de fevereiro
dias sem luz
dias em que o pecado seduz
dias de tesão
mergulhada em escuridão
dias em que prego o teu corpo na cruz
e rezo-te como que reza Jesus
mas o filho do cão danado
acorda o meu lado safado
e nesta altura do ano
tenho tiques de romano
e fustigo
castigo
o teu corpo até sangrar
e uso o punho para te penetrar
e tu choras de dor
e gemes de amor
pregada aquela cruz de madeira
tens mais tesão que na tua vida inteira
e sentes-te dividir em duas
metades iguais, nuas
de um lado santa sagrada
do outro alma danada
uma virgem inocente
e uma puta indecente
a dor dá-te a agonia
da virgem maria
ás vezes até tenho pena
das tuas dores de maria madalena
mas estes dias sem brilho
tiram-me do sério desviam-me do trilho
e volto a castigar
a foder, a violar
só pelo prazer
de te ver gemer
de te ver chorar
e depois rebentar
num orgasmo intenso
numa mistura de urina com perfume de incenso
são dias sem luz
e a escuridão a mim… seduz.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10954558_324622474403540_527068943406942881_n

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , | Leave a comment

Despe essa tua mania despe a tua hipocrisia

 

Despe
Despe essa tua mania
despe a tua hipocrisia
despe esse teu modo de querer aparecer
de querer ter
aprende a ser

sê a mulher que sempre sonhaste
lembra-te das noites que choraste
de prazer amarrada aquela cama
prisioneira, escrava que ama
sê a busca da tesão
sê instinto, coração
sê puta, sê dor, algema, chicote
sê virgem, sê mulher, mãe do teu filhote
entrega-te ao prazer como uma puta
e á familia como uma santa que todos escuta
Despe essa mascara de simpatia
diz ás pessoas que perderam a magia
obriga-as a melhorar
se as queres voltar a amar
luta pelo casamento
mas só se tiveres sentimento
senão manda-o foder
mesmo que ao inicio o faças sofrer
é a tua vida que tens que viver
abdicar significa sempre enlouquecer
mas não é uma loucura saudavel
daquelas que liberta, pelo contrario é miserável
Despe a mentira, Veste a verdade
não inventes a desculpa da idade
velhos são os trapos,
é por ficar onde não querem que viram farrapos
acende a luz da tesão
a luz da paixão
Viaja, conhece novas pessoas
uns serão uma merda na mesma, abandona-os
outros serão maravilhosos, deixa-os
não te prendas assim de repente
agora que libertaste a tua mente
apaixona-te primeiro por ti
vê o mundo como eu vi
voa despe essa roupa velha mental
e veste-te de loucura divinal
e se um dia me encontrares por ai
fode-me como eu te fodi
não tenhas piedade
dá-me tesão, dá-me verdade
e se eu quiser ficar a beber
manda-me foder
manda-me passear
como eu te fiz no passado
não te preocupes, não fico magoado.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

10432494_324935291038925_663809408667120156_n

Posted in Uncategorized | Tagged , , , , , , , , , , , , | Leave a comment

Quero cheirar-te, como quem cheira uma flor

Quero cheirar-te, como quem cheira uma flor
o perfume dos teu cabelos, da tua pele,
o aroma que libertas quando fazemos amor
e quando adormeces.
Quero tocar-te, como e fosse cego
sentir a tua pele arrepiada a tua teta excitada
a vagina molhada
e os lábios quentes.
Quero provar-te como quem peca com gula
lamber-te as mama,
enfiar a lingua na tua boca
na tua rata,
quero saber ao que sabes atrás da orelha
quero comer-te, almoçar-te jantar-te
devorar-te
Quero ouvir-te
como que ouve uma poesia
ou a maresia
ouvir o teu silencio
o teu coração que bate debaixo da tua pele
quero ouvir ás 4 da madrugada quando falas de tudo
como se não quisesses saber de mais nada
quero ouvir os teus conselhos
os teus problemas os teus dilemas
quero ouvir a tua voz
como quem ouve um profeta
Quero ver-te, como quem le um dicionario
e descobrir o significado da palavra perfeição
quero ver o teu corpo que muda quando fica com tesão
quero ver o teu olhar
perdido
que olha o mar
quero ver a tua cintura
o teu rabo as tuas pernas
quero ver as tuas mãos
quero ver-te corar timida
quero ver-te enquanto fodemos com paixão.
Quero sentir com os 5 sentidos
e adivinhar-te como premonição
saber de antemão
quais pontos tocar, que palavras dizer
para explodir com o teu coração.

Giacomo Casanova do Bairro Alto

1977155_325318757667245_2224134605439984415_n
Posted in ass, casanova, casanova do bairro alto, cheiro, firenze, flor, giacomo, perfume | Leave a comment