O cheiro é diferente
Mas o sítio é o mesmo
Só mudou não estar presente,
Não lido bem com o teu medo.
Pessoas dependem de outras, eu dependo de mim
O teu medo é egoísta não te deu mais nada que o fim
Eu sei que eu dei-te tanto não digas que o tirei
Usa-me o quanto achas porque contigo o mesmo farei
Eu tenho ouvido e vice-versa ao ponto de não suportar
Tu dizes que faço falta mas não te posso ajudar.

Tudo aquilo que eu te disse, fora aquilo que eu te dei
Nunca foi um incentivo a seres como eu, nunca pensei que
dar atenção fosse levar a aproximares-te com a intenção
de ganhar algo mais que amizade e respeito
Acima de tudo sou sincero, confio,
leva tudo o que queres de mim, só não me leves contigo.
Podia aproveitar-me disto, não consigo…
Porque achavas que comigo irias dividir o mundo mas eu sinto que…
Queres de mim o que eu não
Te posso dar e a razão
De eu não te olhar nos olhos, é não aumentar a ilusão
Teu espelho eu nunca fui, não te guies pela intuição
Fá-lo por ti, não percas tempo a ouvir a minha opinião

Porque eu aceito que te tenha marcado
isso é diferente de aceitar passar a vida a teu lado
Para te ajudar eu estou disposto a mentir
Assim não levo a tua dor quando eu tiver que partir
Tu não entendes que eu não sou diferente de ti
E mesmo só conseguirás aquilo que eu consegui
Não penses e se eu fora embora o que vira a seguir
Tu respira por ti, que eu fazer exatamente o mesmo longe daqui
Se eu nem sei bem quem tu és, diz-me como é que eu vou
Continuar a alimentar-te a base do que eu sou
Pois só depende de ti, nunca dependeu de nós
Eu não te posso ajudar, e fico melhor a sós

Eu queria sentir tudo como tu sentes;
Eu queria-me mentir como a ti te mentes;
Queria ser burro tão burro como tu és;
Queria ser ingénuo e sorridente ao invés:
De sentir isto como o sinto,
Pintar tão abstracto como o pinto,
De ser tão complexo, confesso que não ajuda em nada
Nunca te peço, mas peço: mantém essa alma calada.

Sufocas cá dentro
Procuras aqui caminho
Eu não te posso dar alento
Bem tentas eu não alinho
Eu não te posso ajudar
Tu viste em mim não sei bem
Tenho Muito para Ninguém
Tenho Gritos que ninguém tem
Procuras em mim alguém
Eu não te posso ajudar…

Zim e L

Casanova do Bairro Alto – Don Giovanni

Imagem

About Casanova do Bairro Alto

www.facebook.com/casanovadobairroalto
Aside | This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Partilha a tua paixao, comenta

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s